fbpx
Encontros com autores

Encontros com autores regressam a Vila Meã

A Junta de Freguesia de Vila Meã vai retomar os encontros com autores numa programação cultural diversificada e com iniciativas previstas até ao mês de junho do próximo ano.

Iniciará, a 27 de novembro, pelas 16 horas, com a apresentação da Obra Completa da escritora amarantina Maria Eulália de Macedo, “O Meu Chão é de Vertigem”, editada recentemente pela editora Officium Lectionis.

Continuará o caminho com autores premiados e reconhecidos dentro e fora de Portugal: Mário Cláudio, Gonçalo M. Tavares, Afonso Cruz, André Letria, Nuno Júdice, Francisco José Viegas, João Tordo, José Gardeazabal, entre outros, incluindo escritores e escritoras de Amarante, que serão divulgados em outros momentos da temporada.

“A Junta de Freguesia de Vila Meã vem reforçar a importância da Literatura e das Palavras, no seu território, através da sua Programação Cultural”, referem, numa nota enviada para o Jornal de Vila Meã, em que reforçam a ligação territorial à Agustina Bessa-Luís, como “lugar à Literatura, à Criação e à Imaginação”.

Conversas com Autores, Leituras, Oficinas, Estudos Literários, Exposições, Cinema Documental e Concertos; todos estes caminhos bebem da Literatura e das Palavras, sendo forma de expressar o Pensamento e a Imaginação, na poesia e na prosa, na ilustração, no ensaio, não esquecendo os leitores mais pequenos, os jovens, os adultos e os mais velhos, assim como a comunidade escolar da região, numa clara intergeracionalidade, reforçando a comunicação entre todos.

O objetivo com este diversificado programa cultural, especificam, é “olhar para a comunidade, chamar a comunidade a essas dinâmicas, ao encontro do Livro, em todas as suas ramificações e possibilidades de expressão, incluindo, capacitando, criando, na pluralidade e na diversidade”.

“Trilhando e motivando a comunidade para a reflexão, a leitura, a criação, o caminho é o da Literatura. Pensar para a comunidade, partilhar com ela e ser parte do projeto cultural local são os pilares do pensado para o território vilameanense, abrindo-o a todos que o quiserem visitar e participar nas dinâmicas locais”, realçam.

Será ainda criada e dinamizada uma Comunidade de Leitores para Leitura Conjunta, através das redes sociais, focando uma obra de cada escritor convidado, para futura reflexão presencial do lido, nos dias dos encontros, aproximando os leitores de um território comum: o Livro.

Falar-se-á, também, da vida e obra de Agustina Bessa-Luís e José Saramago, dois centenários, chamando outras dinâmicas a Vila Meã, ao longo do ano de 2022, de forma a salientar a importância destes grandes autores da Língua Portuguesa. Agustina, aqui nascida, Saramago, viajante, de passagem.

Para além dos Encontros com Autores, outros caminhos desta programação serão divulgados em breve, salientando as mais diversas possibilidades de expressão que a Literatura permite.

Todas as sessões serão de entrada livre, sujeita à limitação do espaço, no cumprimento de todas as orientações da DGS para os eventos culturais.