fbpx
Hospital São Gonçalo
FOTO: CHTS

Hospital São Gonçalo com forte crescimento da atividade

O Hospital São Gonçalo, em Amarante, tem vindo a registar, ao longo dos últimos anos, crescimentos sucessivos de atividade, sendo particularmente relevante o aumento nas cirurgias.

Construído numa lógica diferente do habitual, como hospital de proximidade, o Hospital São Gonçalo que integra, em conjunto com o Hospital Padre Américo, em Penafiel, o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), participa no esforço de incumbência assistencial à grande massa populacional da região e que representa 5% da população portuguesa, distribuída por 12 concelhos, em quatro distritos.

Apesar da grande carga assistencial, a que foi necessário dar resposta em termos do combate à COVID 19, o CHTS intensificou esforços para não deixar ninguém para trás e promover a redução nas listas de espera.

Atualmente, quase não existem casos de doentes em espera além do tempo recomendado no CHTS, exceto alguns casos absolutamente marginais.

No que concerne ao Hospital São Gonçalo, em Amarante, em 2016 foram realizadas 2.456 cirurgias. No ano 2019, ano anterior à COVID 19, o número de cirurgias realizadas foi de 4.828. Este ano, 2021, apesar de todos os constrangimentos relacionados com a pandemia, nos oito meses já decorridos – janeiro a agosto -, as cirurgias realizadas no Hospital de são Gonçalo atingiram já 4.287, o que denota bem o grande progresso no acesso aos cuidados de saúde garantido aos utentes, com o esforço e dedicação dos profissionais. Enquanto em dezembro 2016, as cirurgias no Hospital São Gonçalo representavam 15% do total de cirurgias do CHTS, em agosto de 2021, representam já 31%, o que significa a importância acrescida dada aquele hospital.

CHTS