fbpx

Cidália Fernandes distinguida com prémio mundial “Águila de Oro”

A professora e escritora vilameanense, Cidália Fernandes, foi distinguida com o prémio mundial “ÁGUILA de ORO”, atribuído pelo júri da União Hispanomundial de Escritores (UHE).

Cidália Fernandes, diretora do Jornal de Vila Meã, volta a ser distinguida pelo seu desempenho, destacado pelo júri do prémio, de excelência na educação.

“Este concurso premeia o trabalho de uma vida inteira”, referem os promotores da distinção.

Numa reação à atribuição deste prémio a professora Cidália Fernandes manifestou grande contentamento pela distinção: “Sinto-me honrada e lisonjeada por receber este prémio de Excelência Educativa, atribuído pela UHE. Sincera gratidão ao seu Presidente e Fundador, Dr Carlos Hugo Garrido Chalén”.

A par de Cidália Fernandes foram distinguidas outras personalidades portuguesas, nomeadamente Álvaro Maio (Literatura), Luís Filipe Sarmento (Cultura), Isilda Nunes (Arte), Lídia Praça (Humanística), Júlio Isidro (Televisão), a brasileira Beatriz Aquino (Teatro/Cinema) e o moçambicano Delmar Maia Gonçalves (Cívico).

Recorde-se que no início do ano Cidália Fernandes foi distinguida com o prémio internacional César Vallejo 2020, também atribuído pela Union Hispanomundial de Escritores.

A UHE Unión Hispanomundial de Escritores é uma organização representada em mais de 140 países com mais de 150 delegações da qual fazem parte mais de 130.000 escritores de todo o Mundo, onde a Língua Portuguesa foi elevada a língua oficial do Movimento ao lado do Espanhol e Inglês. Desde o final do ano passado que a UHE tem delegações em todos os países de língua portuguesa estando a elas ligados mais de 2.000 escritores falantes de português.