fbpx

Encontro Vila Meã 2030 proporciona reflexão sobre desenvolvimento

Pensar Desenvolvimento a partir de Vila Meã foi o mote para um debate de ideias e apresentação de diversas perspetivas olhando o desenvolvimento territorial pela batuta da estratégia económica, que reuniu algumas dezenas de empresários, instituições de ensino, solidariedade social e autarcas locais, numa iniciativa promovida pela Associação Empresarial de Vila Meã.

Este encontro, que se realizou no espaço da Mecurito Autoclássicos e decorre de um ciclo de debates no âmbito da iniciativa VILA MEÃ 2030, proporcionou a exposição e discussão pública daquelas que podem constituir as opções mais estratégicas para o desenvolvimento do território a partir de Vila Meã.

Ao longo de cerca de duas horas os vários intervenientes puderam apresentar as suas preocupações, necessidades, oportunidades e perspetivar algumas das opções que possam revelar-se determinantes para o desenvolvimento deste território na próxima década.

Um encontro bastante proveitoso, com diferentes e complementares contribuições dos vários intervenientes, onde foi possível perceber os diversos panoramas e realidades na educação, emprego, iniciativa empresarial, dinâmica económica, envolvimento municipal e valorização do território enquanto destino turístico e atrativo para fixação de população.

Neste encontro marcaram presença o presidente da Câmara Municipal de Amarante, José Luís Gaspar, o vereador André Magalhães, Geraldo Oliveira, presidente da AE Vila Meã, Torcato Ferreira em representação da Junta de Vila Meã, os presidentes da Junta de Travanca e Vila Caiz, Ricardo Vieira do Externato de Vila Meã, José Silveira do Cenfim, Hélder Ferreira do Centro Social de Real e vários empresários de diferentes áreas de atividade, nomeadamente António Teixeira (Agromancelos), Helena Santos (Emalite Ourivesaria), Inês Costa (Petalamel), Domingos Amaro (Centro Veterinário Vila Meã e Aparecida), Luís Martins (Bemetal), Carlos Delgado (Quinta Carcavelos), Mariana Basto (MB Decor), José Pinheiro, Celma e Pedro Pinheiro (Mecurito), elementos da direção e técnicos da AE Vila Meã.

Nos próximos dias vamos partilhar vídeo da iniciativa e destacar as várias intervenções neste primeiro encontro do ciclo debates à volta do propósito pensar Vila Meã 2030.

Realce-se que a Associação Empresarial de Vila Meã pretende proporcionar o debate, olhando para as linhas mestras que podem orientar a sustentabilidade do progresso numa década de potencialidades a concretizar.