fbpx
Passagens de nível

Passagens de nível em Vila Meã vão ser suprimidas

A Infraestrutura de Portugal (IP) vai avançar com a supressão de três passagens de nível na linha do Douro, no troço eletrificado de Caíde – Marco de Canaveses, num investimento total de 3,75 milhões de euros.

O anúncio do concurso público, publicado em Diário da República, aponta para uma empreitada com prazo de execução de 600 dias e que concebe a eliminação das passagens de nível localizadas em dois locais na freguesia de Vila Meã e outra na localidade de Santo Isidoro, no Marco de Canaveses.

A intervenção em Vila Meã vai contemplar a construção de duas passagens pedonais inferiores e uma passagem inferior rodoviária.

Uma das passagens de nível a suprimir localiza-se junto ao Cineteatro Raimundo Magalhães e a outra situa-se na ligação entre a Avenida 25 de Abril e a Rua Dr. Joaquim Silva Cunha.

De acordo com o presidente da Junta de Freguesia, Lino Macedo, “este pedido já havia sido solicitado à empresa há vários anos com o intuito de melhorar as condições de acessibilidade e segurança da população”.

“É com enorme satisfação que vejo esta obra a acontecer”, acentua.

Estas são obras, há muito aguardadas, e que vão melhorar a acessibilidade e a segurança no atravessamento daquela linha ferroviária. As intervenções em Vila Meã consideram dois pontos sensíveis, cuja supressão da passagem vai contribuir para uma melhor fluidez de veículos e peões.

No caso do Marco de Canaveses, está prevista a construção de uma passagem inferior rodoviária, eliminando a passagem de nível existente, permitindo-se assim o atravessamento desnivelado da via-férrea em segurança. Será também construído um viaduto sobre o rio Odres, para desviar o trânsito da Ponte do Bairro.