fbpx

Conferências Andantes do Stay to Talk

O Stay to Talk – Instituto de Imersão Cultural, em nota enviada para o Jornal de Vila Meã, informa que no passado dia 7 de novembro, encerrou o ciclo de “Conferências Andantes”, no âmbito da divulgação do seu novo produto turístico-pedagógico “Na Rota dos Artistas: à procura do belo”.

As três “Conferências Andantes” foram estruturadas por dois acontecimentos num só dia, compreendendo uma caminhada da parte de manhã e, da parte da tarde, uma conferência sobre três artistas da Rota.

Assim, este ciclo de conferências andantes teve o seu início no dia 26 de setembro, com a homenagem ao célebre pintor modernista Amadeo de Souza – Cardoso nas suas terras berço, iniciando a caminhada em Mancelos e de tarde uma conferência sobre o artista na Casa da Granja em Amarante.

No dia 24 de outubro a homenagem foi para uma das figuras importantes da literatura portuguesa, Agustina Bessa – Luís. A caminhada iniciou na estação de caminho de ferro de Vila Meã e acabou no Mosteiro de Travanca, onde se realizou a conferência num local onde a escritora se inspirou para escrever a sua obra O Mosteiro.

No passado dia 7 de novembro foi a última conferência andante dedicada ao poeta saudosista Teixeira de Pascoaes. O encontro com o artista aconteceu no início da manhã com o objetivo de se percorrerem trilhos anteriormente experimentados pelo poeta entre o centro histórico de Amarante e Gatão. A conferência aconteceu na sua casa de família – Casa de Pascoaes, morada da alma e da memória deste vulto.

As três conferências andantes contaram com a participação de diferentes professores universitários e investigadores, que se disponibilizaram para falar da vida e da obra dos respetivos artistas e, na altura, tudo foi transmitido pelas redes sociais do Stay to Talk e agora estão acessíveis no Canal do Youtube do Stay to Talk.

“Esta Rota Temática visa perpetuar a memória de algumas figuras ilustres e respetivos territórios, abrindo a possibilidade de serem trabalhadas pedagogicamente, e a explorar os locais de aprendizagem de artistas levando a cultura aos seus educandos”, acentuam.

Convidam-se visitantes nacionais e estrangeiros a percorrer esta nova Rota Artística, que vai desde Esposende, Póvoa do Varzim, Leça da Palmeira, passando pelo Porto, Penafiel, Vila Meã, Amarante até ao Douro com Agustina.  Parte-se à descoberta do património material e imaterial e somos desafiados a experimentar os locais, a vida e obra de seis artistas que tiveram origem e/ou passagem significativa por Amarante e que deram o mote à sua geração de ouro.

Considerando que o Stay To Talk Instituto é uma instituição privada de impacto social, que atua na área do Turismo Sustentável e que desafia os visitantes a sentirem os recantos de Portugal através de Experiências de Imersão Cultural, o lançamento oficial desta Rota Temática torna-se assim numa ferramenta para, com os locais, edificar itinerários que tem o propósito de oferecer uma alternativa inteligente de visita que prima pela originalidade e autenticidade do destino.