Ligação transportes

Ligação transportes entre Amarante e Vila Meã com resultados positivos

O Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos – PART, implementado pelo Município de Amarante em janeiro, tem vindo a conquistar cada vez mais utilizadores. Até ao final de setembro, mais de quatro mil passageiros usaram a linha que faz a ligação de transportes entre Amarante e a Estação de Vila Meã, criada para oferecer aos Amarantinos uma solução ágil e acessível de mobilidade entre a sede do concelho e o transporte ferroviário, de forma a estimular e motivar o uso de transportes públicos.

Os números mais recentes mostram uma estabilização da procura em torno dos 700 passageiros por mês, neste novo “normal” cenário de pandemia COVID 19.

A grande meta que está em cima da mesa é promover a utilização do transporte público, nomeadamente ferroviário, ligando o centro da cidade de Amarante à única estação ativa no concelho, em Vila Meã – já que há anos que foi desativada a estação de Amarante, em Santa Luzia”, lembra a vereadora Rita Batista, com o Pelouro da Mobilidade, Trânsito e Segurança Rodoviária. Simultaneamente espera-se oferecer aos cidadãos, especialmente a quem faz movimentos pendulares (ida e volta) para o Porto, mas não só, uma solução mais acessível às opções rodoviárias.

Recorde-se que esta nova linha é gratuita para os portadores de passe ou bilhete da CP, e tem um custo de 50 cêntimos por viagem para aos restantes utilizadores. Nos dias úteis fazem-se oito ligações de ida e sete de volta, coincidindo com os horários de maior procura da CP. A primeira viagem AmaranteVila Meã é às 6h35, e a última, de regresso, às 19h32.

Ao abrigo do PART – programa gerido pelo Município de Amarante que se constituiu como Autoridade de Transportes – foram ainda implementadas as seguintes medidas: Passe Municipal, no valor de 30 euros, e o Passe Municipal Sénior (com 50 por cento de desconto), que permitem circular em toda a rede municipal, no VIA – Viagens de Amarante, e ainda, na linha de transporte regular que faz a ligação entre o terminal rodoviário do Queimado e a estação ferroviária de Vila Meã. A estes juntam-se ainda o Passe VIA, VIA Estudante, VIA Sénior e os bilhetes VIA (com o custo simbólico de 50 cêntimos). Cidadãos com deficiência (grau de incapacidade igual ou superior a 60%) usufruem dos serviços de forma totalmente gratuita.

Como resposta complementar à oferta de transportes existente, o Município de Amarante autorizou a Cercimarante a operar o serviço de transporte de passageiros flexível para pessoas com mobilidade reduzida, em cadeira de rodas, em todo o concelho de Amarante. Os cidadãos com deficiência e mobilidade reduzida em cadeira de rodas, detentores de Atestado Médico de Incapacidade Multiuso com um grau de incapacidade igual ou superior a 60 por cento, auferem da gratuitidade do serviço, ao abrigo da medida do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) implementado pelo Município de Amarante.

CM AMARANTE