As atletas da secção de Desporto Adaptado do Clube de Atletismo do Tâmega (CAT) e da Cercimarante, Marlene Sousa e Sílvia Inácio, arrecadaram três medalhas, no Campeonato Nacional de Atletismo de Pista Coberta ANDDI 2020, que decorreu no dia 19 de janeiro, na Nave dos Desportos do Altice Forum Braga.

No salto em comprimento, Marlene Sousa conquistou a prata e nos 60 metros trouxe a medalha de bronze.
No lançamento de peso, Sílvia Inácio foi terceira, trazendo a medalha de bronze.

Resultados de outros atletas do CAT/Cercimarante
Em Síndrome de Down, no salto em comprimento, o atleta Ricardo Vieira foi quarto, e quinto classificado no lançamento de peso.

Miguel Almeida, ficou em quarto lugar, nos 200 metros, e em quinto, nos 60 metros.

Em quinto lugar, nos 200 metros, ficou Mário Mota, e foi quarto, no lançamento de peso.

E Tiago Sá ficou classificado em quinto lugar, nos quatrocentos metros.

Estes quatro atletas ficaram em quarto, na estafeta 4×200 metros.

De acordo com o treinador Manuel Varejão, também os atletas Alexandre Barros, João Carlos Sousa, Paulo Medeiros, António Moura e Bruno Morais “tiveram excelentes prestações”.

Para o treinador, “é de realçar todo o trabalho que vem vindo a ser desenvolvido por todos estes atletas”.

Nesta competição, os atletas estiveram acompanhados pelo treinador Manuel Varejão; pela diretora técnica do Lar Residencial Amália Mota (LRAM) da Cercimarante e vice-presidente da secção de Desporto Adaptado do CAT, Paula Pinto Monteiro; pela animadora sociocultural do LRAM, Alexandra Costa, e por alguns pais dos atletas.

Cercimarante