No âmbito de uma visita à Região dos Vinhos Verdes, organizada pela respetiva Comissão de Vitivicultura (CVRVV), estiveram recentemente em Amarante seis jornalistas canadianos, a quem foi proporcionada uma visita ao centro histórico da cidade, seguida de uma prova de Vinho Verde de Amarante no Espaço Dólmen.

A prova teve como curador Luís Pedro Cambra, Head Sommelier da Casa da Calçada, que escolheu quatro vinhos e um espumante produzidos na sub-região de Amarante, tentando, que “a prova fosse representativa da diversidade e qualidade” da oferta existente no concelho.

Aquele escanção selecionou VG Grande Escolha 2018, castas arinto e azal, da Quinta de Vila Garcia; Carapeços Alvarinho Bruto Natural Miléssime 2011, da Quinta de Carapeços, 2018; Quinta da Calçada Reserva 2016, castas alvarinho, loureiro e arinto; Sanjoanne Superior 2015, casta alvarinho e malvasia fina da Casa de Cello (2015) e A.J.T.S. Vinha do Menino 2018, casta vinhão, de António José Teixeira Sampaio & filhos.

O Vinho Verde é um dos produtos complementares da estratégia de marketing turístico de Amarante, área a que o Município tem dedicado esforço e atenção relevantes, aproveitando todas as oportunidades para promover aquele produto quer interna, quer externamente.

Insere-se nessa estratégia a realização do UVVA – Universo do Vinho Verde Amarante, evento iniciado em 2016 e que, desde então, acolhe, anualmente, produtores da Região dos Vinhos Verdes, num evento de celebração deste produto tão identitário de Amarante.

Entretanto, 17 operadores turísticos russos visitaram Amarante, tomando contacto com a oferta turística do Município, de modo a poderem vir a incluir o “produto” Amarante na sua oferta de viagens.